Caminhos de sucesso, Educação, Sonhos

Que tipo de filho deseja ter?

Imagine o seu futuro daqui a 5, 10, 15 ou 20 anos? Que tipo de filho deseja ter? Com que postura no trabalho deseja que ele venha a ter? Que opinião deverá ter sobre si mesmo? E como serão as relações com os seus amigos? E como será a relação com ele mesmo?

No nosso curso – Super Pais, há um módulo em que gosto de trabalhar com os Pais e que permite desenhar a sua Visão (casal, sempre que possível) a médio e longo prazo, descrevendo quais seriam os resultados de uma vida em família, passados todos esses anos.

Curioso ou não, é uma daquelas atividades em que os Pais, na sua esmagadora maioria, nunca refletiram sobre isso, muito menos conversar com a sua cara-metade para saber o que cada um pensa sobre o futuro em conjunto, e do que pretendem dos filhos que venham a ter.

Um autor de referência na área empresarial, de seu nome Stephen Covey, tem um excelente ponto de vista – se quiser algo, dê início ao processo sempre com a meta final em vista.

Numa vida em casal, programar a vinda de um filho é sempre um momento muito especial e único na vida de qualquer pessoa, por vezes, antes mesmo de ele nascer, já se compram as roupinhas, remodela-se o quarto e personaliza-se com as cores que vão dar cor à vida do nosso filho. Mas depois esquecemos de pensar no futuro dos nossos filhos e do que desejamos para eles, pelo menos, numa conversa aberta do casal, com ideias bem definidas do que cada um acha e do que pretendem que seja o guia do casal ao longo da vida.

Por outras palavras, dedique algum tempo com a sua cara-metade e pense no seguinte:

– Se quiser ter filhos meigos, ensine-os a ser assim desde pequenos;

– Se quiser ter filhos que venham a tornar-se adultos responsáveis, transmita essa responsabilidade desde pequenos;

– Se quiser ter filhos que gostem de passar tempo consigo, comece já a pôr umas horas de lado para passar tempo com eles, evitando perder-se na correria do seu dia a dia;

Enfim, eu poderia continuar com as sugestões, mas estou certo de que já compreendeu a importância do tema e como pode coloca-lo em prática. Mesmo que os seus filhos já estiverem mais crescidos, insista e dê o melhor de si para ter os filhos que tanto deseja na sua família.

Caminhos de sucesso, Educação, Excelência Pessoal, Melhores pessoas

O que posso fazer pelo meu filh@?

Mais um mês e mais um Workshop New Gen realizado.

Como Fazer AmigosCom o tema – COMO FAZER AMIGOS tivemos jovens curiosos e corajosos para aprender a construir amizades verdadeiras, intensas e magnéticas. O tema dos relacionamentos é fulcral na vida de qualquer ser humano, independentemente da idade ou género, saber criar uma ligação com o outro será vital no futuro de qualquer um. Foi isso que quisemos ensinar aos mais novos através de jogos e brincadeiras interactivas e divertidas, proporcionando uma aprendizagem efectiva.  Continue reading “O que posso fazer pelo meu filh@?”

Aprendizagem, Educação

Pais de Berlim ou a arte de educar em alemão

Excelente artigo no Jornal Digital – Dinheiro Vivo, onde aborda a Educação dos Pais Alemães. Aconselho vivamente a leitura pois uma comparação mais pormenorizada permite-nos reflectir sobre as melhores práticas educativas com os nossos filhos.  Continue reading “Pais de Berlim ou a arte de educar em alemão”

Aprendizagem, Educação, Líderes, Relacionamentos

9 erros que os pais cometem …e que prejudicam os filhos

Um excelente artigo da Saúde CUF com sugestões sobre como os pais podem educar os filhos. Já sabemos, não há receitas mas sim atitudes exemplares que promovem um crescimento saudável e de acordo com as exigências que a vida lhes irá exigir.  Continue reading “9 erros que os pais cometem …e que prejudicam os filhos”

Aprendizagem, Caminhos de sucesso, Educação

Costuma criticar o seu filho?

Num estudo relativamente recente foi revelado que o pai Americano em média critica os seus filhos oito vezes por cada episódio em que os reconhece positivamente. É um estudo interessante e que julgo não fugir muito da realidade Portuguesa. Agora pense nisto, já imaginou o número de vezes que interage com o seu filho(a) durante o dia? Quantas vezes o critica? E quantas vezes o louva ou reconhece (com a mesma intensidade da crítica)? Qual será o seu saldo? Positivo? Negativo?

Continue reading “Costuma criticar o seu filho?”